quarta-feira, 5 de setembro de 2007

Recordações

Ao arrumar meus papeis ,encontrei um poema de um colega do tempo do colégio Contato.

Equilibrar
I
Eu passei minha vida procurando o eixo do equilibrio.
Não sei se encontrei, eu vivi tanto e tão pouco !
Mas Isabela é uma pessoa bela, talvez pudesse ela encontrar a se mesma
e fazer disso o seu eixo de equilibrio.
II
Eu poderia me equilibrar numa corda e que esta mesma fosse a linha da
minha vida; Talvez eu caisse ou quem sabe me equilibrasse, porém seria
muito seu jeito, até que eu pudesse me acostumar àquela altura. A vida
tenta nos derrubar, viver é uma luta diaria! Equilibrar-se na vida é tarefa
para todas as atividades.
III
Eu vi Isabela numa dessas cordas da vida.Ela não caiu nem se equilibrou;
ela voava pelos ares,ganhava liberdade na amplidão e se sentia livre...
e se sentia mulher! Ela havia encontrado seu eixo de equilibrio, ela havia
vencido a vida.
IV
Isabela na sua luta diaria, na sua conquista renovada,no seu sorriso a cada
instante.Conseguir ser original e vencer os preconceitos da vida numa questão
de amor próprio, isso é ser equilibrado; É o que ela tem de melhor para oferecer
e Isabela bem sabe disso...
Marco Antonio
27/08/92
Encontrei este poema, no momento que precisava ouvir palavras de carinho e amor.Senti -me envolvida por uma energia maravilhosa, uma sensação de alegria que tocou forte meu coração;ter encontrado este poema fez-me revigorada para continuar equilibrada....
Obrigada Marco Antonio

6 comentários:

Sheila disse...

Que lindo, Belíssima! Musa inspiradora de uma poesia...Quem me dera algo assim algum dia! :)

Beijos!

Marilac disse...

Oii Bela!
Eu sempre admirei esse seu jeito espontaneo,independente e esse sorriso aberto que cativa ! Parabéns por inspirar tão linda poesia.

bjs
Marilac

obs: prima infelizmente não vamos poder viajar .

Baby disse...

Nem te conheço muito bem ainda, Belíssima, mas concordo com o cidadão... VOCÊ NOS INSPIRA!!!

E vamos pras Olinda hoje?

Luara disse...

Lindo demais, é muito bom remexer em coisas que passaram, algumas nos dão animo pra seguir em frente!
Beijos!

Isabel disse...

Bebé:
Também Achei um Menino Lindo
equilibrado e Doce
Meiguinho de olhos verdes esmeralda
e docinho como um potezinho de mel

Era o Duate o Loirinho
que Rezava com as Mãozinhas para o Céu
e eu pedia reza por mim
com um brilhozinho nos olhos

Era um Filhinho das Estrelas
e Amei-o tanto hoje
Amei-o assim nos poemas maravilhosos da Lua
com um gatinho a miar a toda a hora
pedi a nossa Senhora ontem
Mamã Dá-me o Duartinho já
Jesus Respondeu vais para o quarto escuro

Eu ri e Ofereci Rosinhas amarelas ao Duartinho

Isabelinha

Isabel disse...

Meu bebé:
É Dia de Festa no meu Coração
Sinto-te tão perto de mim
Meu Anjo meu pequenino doce do Céu na Terra
o mais Belo que hoje Revejo em Mim a Toda a Hora a Beijar-me a Arder por mim minha Doce Pequenina minha Pe3rolazinha Encantada
a Quem Diria alguma vez "Amo-te"
senão à Pérola mais Doce do Oceano.
Beijos DI